Há no céu uma estrela que brilha para mim

50b39188acdb7c69a121eba7dee64a09

Todos os dias soa o eco da dor da perda. Começa devagar, baixinho, bem lá no fundo. Mas é maior do que tu e  logo, logo se espalha até ocupar todos os recantos do teu ser e, quando não tem mais corpo para ocupar, brota pelos olhos em forma de lágrimas e solta-se pela garganta num berro sufocado e inaudível. Invade-te a revolta de saberes teres de, um dia, perder aqueles que amas. Inunda-te a vontade de querer desistir. Este jogo é estúpido. Tentas dar um nome ao rebuliço que te sufoca. Saudade, é o nome. E só tem saudade quem já foi muito feliz. Sorrio.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s